Retalhos coloridos

Heraldo Palmeira
Nos reunimos sem motivo definido, apenas pelo prazer de estarmos juntos naquela noite pós-Carnaval. A sala ampla, arejada e acolhedora cumpria o seu melhor e costumeiro papel: abrigar uma boa roda de conversas para cada um relembrar momentos marcantes. Ao redor de comida e bebida das boas, parecíamos alfaiates juntando retalhos da vida para vestir nossas almas.
Vivemos a juventude em outra época, todos livres e viciados em traquinagens e afetos — deve ser por isso que nossa geração tem como característica manter tantos amigos pela vida inteira.
Os mais jovens da sala, nossos filhos e sobrinhos, estavam incrédulos diante dos Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!